Menu fechado

Afinal o que é essencial?

Já passam dos 60 dias isolados socialmente em meio à crise Covid-19, momentos de dor como o que estamos vivendo, provocam uma instabilidade de sentimentos. Dias bons e outros nem tanto. E tudo bem… Passamos muito tempo buscando algumas soluções que antes não tínhamos tempo ou não eram prioridade.

Nossa saúde financeira também está fragilizada. Todos foram afetados de alguma forma e fomos obrigados a repensar nosso estilo de vida, nosso consumo e identificar o que é essencial neste momento. Afinal, é hora de reduzir danos. Apesar de ser uma questão muito pessoal e só você pode definir isso, separei alguns itens que podem te ajudar nessa construção:

  • Aluguel – Se você paga aluguel é válido ligar para o locador e tentar negociar um desconto para os próximos 3 meses. Tenha a preocupação de fazer isso antes do vencimento.
  • Financiamento- Liga para o banco financiador e questiona as medidas que serão tomadas nos meses seguintes.
  • Conta de água e energia – verifique com as companhias responsáveis quais as medidas adotadas no seu estado. Em Pernambuco, serão três meses sem poder haver o corte de energia e para quem possui tarifa básica não será cobrado durante 3 meses.
  • Diminuir a velocidade do ventilador, abrir menos a geladeira, não usar chuveiro elétrico e ar-condicionado pode te proporcionar uma diminuição considerável na conta!
  • Alimentação- Defina em família o que é necessário e supérfluo, deem atenção a tudo o que entra e o que sai; aproveite as cascas dos alimentos; cozinhe em um único dia e faça congelamento, assim você economiza gás.
  • Instituições de ensino- Algumas deram desconto ou parcelaram as mensalidades, ligue para a sua instituição e verifique qual medida foi tomada

Vale a pena neste momento reduzir as assinaturas de TV, eliminar as taxas bancarias (você tem direito a uma conta essencial, não precisa pagar nada por ela), tente reduzir algumas mensalidades caso exista, como clubes de assinaturas, por exemplo.

Estamos tentando passar pela pandemia cada um do seu jeito, o mais importante agora é definir o que é essencial para você e sua família, focando na saúde física mental. Lembre-se: transparência com quem devemos é a melhor estratégia. Encare de frente e você terá a certeza que tudo vai passar e deixar grandes ensinamentos.

Lembrando que alguns boletos serão adiados, mas uma hora teremos que pagar!

Estaremos juntos na próxima semana, até lá!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *